BOLSA DE ESTUDOS PROF. ARMANDO ROCHA TRINDADE

Abertura de Candidaturas e Critérios de Selecção dos Candidatos

Cumprindo o Regulamento da Bolsa de Estudos Prof. Armando Rocha Trindade, o Júri da Bolsa estipula o prazo de abertura de candidaturas e determina as condições e os critérios de selecção para o ano lectivo 2016-2017 conforme segue.

  • 1. Abertura de candidaturas
    • 1.1. Prazo para o envio de candidaturas: de 03 a 31 de Outubro de 2016
    • 1.2. O envio da documentação de candidatura faz-se exclusivamente por email para o seguinte endereço: bolsarochatrindade@gmail.com
    • 1.3. A candidatura realiza-se com a apresentação da documentação obrigatória
  • 2. Documentação obrigatória a entregar no acto de candidatura
    • 2.1. Declaração do candidato (aceda aqui ao modelo da declaração)
    • 2.2. Fotocópia do cartão do cidadão ou BI
    • 2.3. Fotocópia do NIF
    • 2.4. Fotocópia de declaração de IRS e respectiva nota de liquidação ou declaração de isenção do IRS
    • 2.5. Atestado de residência passado pela Junta de Freguesia
    • 2.6. Fotocópia de último recibo de renda da habitação ou declaração de encargo mensal bancário, passada pela entidade credora
    • 2.7. Comprovativo de matrícula e inscrição na Universidade Aberta no ano lectivo de 2016-2017
  • 3. Condições de candidatura e critérios de selecção. O candidato deve:
    • 3.1. Possuir nacionalidade portuguesa e residir no território nacional
    • 3.2. Não ser titular do grau de licenciado ou equivalente e não estar matriculado noutra instituição de Ensino Superior
    • 3.3. Estar matriculado num curso de 1º ciclo da Universidade Aberta no ano lectivo de 2016-2017 e encontrar-se inscrito em pelo menos cinco (5) Unidades Curriculares do 1º semestre de 2016-2017
    • 3.4. Possuir, por si ou através do seu agregado familiar, rendimento global anual ilíquido inferior ao valor correspondente a 24 salários mínimos nacionais
    • 3.5. Ter um valor da renda mensal da habitação, ou do encargo mensal bancário assumido para a compra de habitação própria e permanente, inferior ao salário mínimo nacional
    • Único: cumpridos os pontos 1, 2, 3 e 4, será seleccionado o candidato que se apresentar com menor rendimento (ponto 3)
  • 4. Outros
    • 4.1. Os candidatos não podem ser beneficiários de outras bolsas e ou subsídios por parte da Universidade Aberta ou de outras entidades
    • 4.2. O candidato seleccionado fica obrigado à aprovação em pelo menos 75% das Unidades Curriculares do ano lectivo que corresponde à atribuição da bolsa. O não comprimento desta obrigação implica a impossibilidade da candidatura em anos seguintes
    • 4.3. O montante que custeará a matrícula e a propina do candidato seleccionado referente ao ano lectivo de 2016-2017 será remetido à Universidade Aberta, nas condições que vierem a ser definidas
    • 4.4. O candidato seleccionado compromete-se à inscrição nas Unidades Curriculares do 2º semestre do ano lectivo 2016-2017 do curso que frequenta na Universidade Aberta
    • 4.5. O júri publicará os resultados da candidatura à bolsa de estudos num prazo de 10 dias úteis, após o fecho da apresentação das candidaturas.

Lisboa, 30 de Setembro de 2016

O Júri,

Doutor Carlos Castilho Pais (Presidente)

Doutora Maria do Céu Monteiro Marques (Vogal)

Ricardo Carvalho (Vogal)